Home / Informações / Consolidação de crédito pode ser o caminho em tempo de crise

Numa altura em que muitas famílias portuguesas têm de realizar um esforço enorme para conseguirem pagar as mensalidades dos seus financiamentos bancários e em que o custo de vida aumentou consideravelmente, todos os conselhos que se possam receber no sentido de ajudar a ultrapassar este período são bem-vindos. Por isso, debruçamo-nos no presente artigo sobre uma das hipóteses de ganhar algum espaço para respirar com as vantagens que um crédito consolidado pode oferecer.

Antes de se avançarem as regras essenciais para a consolidação de crédito convém no entanto sublinhar bem que esta não é uma solução definitiva para o problema mas uma ferramenta adicional que inteligentemente utilizada pode resgatar as suas finanças pessoais da asfixia orçamental. Contudo, há que frisar novamente a necessidade de ter de se usufruir desta oportunidade com disciplina e muito planeamento, caso contrário irá complicar ainda mais a situação em que se encontra e tornar a espiral de dívida num verdadeiro Golias sem que exista um David para o enfrentar.

Se está actualmente a pensar em recorrer a este instrumento de reestruturação dos seus financiamentos, leia com bastante atenção as normas indispensáveis que enumeramos no próximo segmento deste artigo e estude a forma indicada de as aplicar à sua realidade. Não tome esta questão de ânimo leve. Encare-a com a seriedade que merece e verá que mesmo em tempo de crise pode melhorar as suas perspectivas futuras.

Regras essenciais para a consolidação de crédito
– Saiba quais as hipóteses que tem de reduzir as suas prestações sem ter de realizar qualquer outra subscrição de serviços. Procure informar-se acerca da disponibilidade do credor para lhe oferecer condições mais favoráveis e só em caso negativo, após toda a insistência suportável, pondere enveredar pela junção dos financiamentos;

– Peça ajuda a uma pessoa que trabalhe na área bancária ou financeira e perceba deste género de operações, nomeadamente um consultor financeiro. Se for possível não hesite em contratar um profissional que esteja habituado a consolidar crédito de particulares, pois embora tenha de lhe pagar o trabalho possuirá consideravelmente mais hipóteses de obter um bom negócio;

– Avalie as propostas recebidas e calcule qual será o impacto exacto que a consolidação do crédito terá nos seus rendimentos, tirando partido do profissional contratado ou, caso essa opção não esteja ao seu alcance, usufrua das vantagens dos simuladores online e registe os resultados que forem sendo obtidos com essa execução;

– Na ausência de um entendido nestas matérias de consolidar crédito preste especial atenção às contrapartidas dos contratos e esmiúce todos os detalhes, não deixando nada por entender. Se lhe persistirem dúvidas relativamente a algum ponto não avance com a operação e exija o esclarecimento dessa interrogação;

– Delineie um plano do que terá de fazer daí em diante e considere todos os cenários que possa vir a ter de enfrentar no futuro. Descrimine todas as despesas correntes que possui e coloque os rendimentos médios em contrabalanço, imaginando uma eventual subida naquele primeiro, uma descida no segundo ou a combinação de ambos, “desenhando” o caminho que teria de seguir caso tal se viesse a confirmar.

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *